Brasil investindo na produção de silício

O Silício puro é uma das matérias primas dos painéis fotovoltaicos.

 

Do quartzo conseguimos extrair o silício, mas é preciso purificá-lo para produzir um painel fotovoltaico. O Brasil é o maior produtor mundial de quartzo e o país acaba de adquirir um equipamento que purifica o silício.

 

O equipamento veio da Alemanha e custou cerca de R$ 1,4 milhões, dinheiro que veio por parte da Funtec (Fundo Tecnológico), do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e da MinasLigas (Companhia Ferroligas Minas Gerais).

 

Essa é só uma parte dos R$ 12,5 milhões que será investido.

O equipamento chamado de ‘forno de solidificação direcional’ é o primeiro na América do Sul.

 

Com a aquisição do equipamento o Brasil pode sim se tornar líder na corrida pelo silício grau solar e pela energia solar fotovoltaica.

Fonte: http://www.dgabc.com.br

InovaFV mostra muito otimismo com energia solar

O portal NeoSolar esteve acompanhando o Inova FV – Workshop Inovação para o Estabelecimento do Setor de Energia Solar que teve grande quantidade de participantes e gente acompanhando de pé durante os dois dias de discussões.

O evento tem o objetivo de reunir academia, governo e iniciativa privada para a construção de uma agenda coordenada de ações que levem ao estabelecimento de um mercado e de uma política industrial, científica e tecnológica de desenvolvimento e competitividade da indústria de equipamentos fotovoltaicos e de serviços no país.
Continuar lendo

EUA tem plano oficial para energia solar a US$60

O governo norte-americano apresentou nesta sexta-feira (04/02) um programa para reduzir em 75% o custo dos painéis solares fotovoltaicos até o fim desta década com o objetivo de tornar a tecnologia competitiva sem a necessidade de subsídios. A meta é chegar ao custo de US$ 1 por watt instalado, o correspondente a US$ 60 (R$ 100) por MWh.

Denominado SunShot Initiative, o programa prevê investimentos de aproximadamente US$ 2 bilhões até 2020, em parceria com órgãos governamentais, laboratórios de pesquisas, instituições acadêmicas e a indústria. Já foram concedidos patrocínios de US$ 27 milhões para nove projetos de pesquisa e desenvolvimento da área.
Continuar lendo

Pernambuco terá Fábrica de painéis solares

O Parque Tecnológico de Pernambuco, em Recife, será a sede da que pode ser a primeira fábrica de painéis solares fotovoltaicos de grande porte no Brasil. A Eco Solar assinou nesta quinta-feira (11/11) um protocolo de intenções com o governo do Estado para instalar ali sua unidade, que ocupará uma área de cinco hectares e tem investimentos previstos de US$300 milhões.

A expectativa da companhia é de que as obras tenham início já no primeiro trimestre de 2011, com início da operação marcado para o segundo trimestre de 2012.
Continuar lendo

China X Vale do Silício, a batalha pela energia solar

A alguns anos atrás, algumas empresas startup surgiram no Vale do Silício, nos EUA, sonhando em transformar o setor de Energia Solar. Para isso elas tinham um trunfo: reinventar a tecnologia utilizada para a fabricação dos painéis solares e reduzir drasticamente os custos de produção.

O Vale do Silício chegou a ser rebatizado por alguns para Vale do Sol.

Depois de atrair investimentos pesados do governo e do setor privado, e logo após iniciar suas operações, estas empresas descobriram que a realidade do setor já não era mais a mesma
Continuar lendo

PUC-RS (NT-Solar) desenvolve forno para fabricação de células solares

O Brasil é um país que possui ótimos índices de radiação solar para a geração desta energia limpa e renovável.

No entanto (e incrivelmente), na contramão de diversos países que possuem índices muito menores de radiação, não temos desenvolvido de forma intensiva a tecnologia para geração e utilização de energia solar.

Temos poucos centros de pesquisa (principalmente em universidades como PUC-RS, USP-SP, UFSC, UNICAMP-SP e algumas outras iniciativas em centros universitários), pouca iniciativa privada, quase nenhuma produção industrial e praticamente zero apoio e incentivos do governo.
Continuar lendo

O Silício e a produção de células solares no Brasil

A matéria prima básica para a produção de células solares (a unidade elementar de uma painel solar ou painel fotovoltaico) é o Silício (símbolo Si).

 

Painéis Solares aplicados em usina solar

Painéis Solares feitos de Silício grau solar SiGS

O Silício é encontrado em abundância na natureza na forma de argila, granito, feldspato, areia e quartzo. Há quatro classificações do Silício em relação ao seu grau de pureza: grau metalúrgico (menos puro), químico, solar (SiGS) e eletrônico (SiGE – o mais puro).
Continuar lendo

Primeira fábrica de Painéis Solares do Brasil tem avanço

A Esbra (Energia Solar Brasileira) segue com seu projeto para instalar a primeira fábrica de painéis solares no Brasil. A empresa recebeu a licença prévia ambiental e tem o caminho livre para continuar as obras e os processos de financiamento.

Esta fábrica promete turbinar o crescimento do setor de energia solar fotovoltáica no Brasil, principalmente no Ceará, estado pioneiro e que tem incentivado o desenvolvimento desta fonte de energia.

O plano da Esbra na primeira etapa é importar as células solares e montar os painéis no Brasil. Na segunda etapa, os investimentos serão ampliados e a fabricação das células será incorporada ao empreendimento.
Continuar lendo