Sistema Misto (off e on)

Mais
7 meses 1 semana atrás #2573 por Gabriel Araújo
Bom dia Henrique!

No seu caso, é possível fazer um sistema grid-tie e um sistema de no-break solar. Infelizmente, os inversores grid-tie híbridos, que podem fazer essas duas funções, ainda não podem ser homologados no Brasil.

Para o grid-tie, você precisará de um sistema que gere toda a energia consumida no sítio e na cidade, somados. Então fica cerca de 500 kWh/mês, pelo que você falou. Lembrando que o sistema fotovoltaico não poderá abater o custo de disponibilidade das duas instalações: 100 kWh/mês para o trifásico no sítio, e 50 kWh/mês para o bifásico na cidade.

Já para o no-break, você pode usar um inversor híbrido como o UPower, da EPEVER. Você deve fazer um circuito secundário a partir do quadro principal, e nele colocar só as cargas que devem ser alimentadas em caso de falta de luz. Pode ser o motor e mais algumas lâmpadas e tomadas de emergência, por exemplo. Você conecta este circuito no UPower, e quando houver falta de energia, o UPower alimenta o circuito a partir de um banco de baterias. O UPower não injeta energia na rede, apenas pode consumir dela enquanto estiver disponível.

Se você quiser mais informações sobre esta solução, pode entrar em contato conosco pelo e-mail <Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.>.

Espero ter ajudado!

Atenciosamente,
Gabriel Araujo

Please Entrar ou Registrar to join the conversation.

  • Paulo Bosquiero Zanetti
  • Avatar de Paulo Bosquiero Zanetti
  • Offline
  • Novato
  • Novato
Mais
2 semanas 1 hora atrás #2737 por Paulo Bosquiero Zanetti
Olá pessoal, boa noite a todos. Acredito que meu problema tenha relação com esse tópico, então vou aproveitar o embalo.

Tenho uma propriedade rural, sem acesso à rede de energia elétrica (CELESC). Farei a solicitação agora, mas a previsão de ligação é em torno de 2 anos.
Quero colocar um sistema de geração enquanto não tenho energia elétrica, mas que seja possível utilizar a maior parte dele (pelo menos os componentes mais caros) quando eu tiver acesso à rede. Gostaria principalmente de não ter que investir em um controlador de carga, que posteriormente não servirá para muita coisa, e em inversores que não têm sincronismo na saída.
Em um primeiro momento, considerei os inversores híbridos, mas depois vi que eles não injetam energia na rede. Portanto, não são uma alternativa, pensando em utilizar o mesmo equipamento quando minha propriedade for ligada à rede CELESC.
Seria a melhor opção para o meu caso o uso de um inversor on-grid, com no break? Se sim, os no break podem ser acionados todos os dias sem perder muito vida útil das baterias? Imagino que os no breaks são projetados para usos esporádicos, e não diários.

Já lidaram com alguma situação parecida?
Muito obrigado pela atenção.

Abraço.

Please Entrar ou Registrar to join the conversation.

Mais
2 semanas 31 minutos atrás - 2 semanas 29 minutos atrás #2738 por Raphael Pintao
Oi Paulo, boa noite!

Hoje sequer temos uma regulação aprovada para um sistema ongrid com baterias, então não será fácil achar uma solução "a prova de futuro", mesmo que apenas para 2 anos.
Além disso, os inversores ongrid, mesmo os híbridos, via de regra não funcionam sem rede. Eles usam a bateria apenas para alterar os horários de injheção na rede, com intuito de reduzir a injeção na rede ou então para se beneficiar das diferentes tarifas em diferentes horários.

O controlador de carga é o de menos no seu caso, ele não é caro e se for usar um hibrido off-grid ele já vem dentro do inversor. É o caso da Linha UPower da Epever, por exemplo.
O mais caro, na verdade, são os painéis e as baterias, mas você precisará deles de qualquer forma para trabalhar off-grid, a menos que use um gerador a diesel, mas ficará ainda mais caro.

Por isso minha sugestão seria usar um inversor UPower ou outro offgrid hibrido.

Quando você tiver a rede, ainda assim terá alguns benefícios:
- Backup das baterias para quedas de energia, com regarga dos painéis.
- Redução na conta de luz (ainda que não injete, boa parte da energia solar será produzida e consumida na hora)

Nós temos alguns projetos onde instalamos 2 inversores, um on grid e um offgrid, na mesma casa. O on grid para economia e o off-grid para backup. Então faz sim sentido ter esse equipamento como principal agora e depois como backup.

espero ter ajudado,
abs
Última Edição: 2 semanas 29 minutos atrás por Raphael Pintao.

Please Entrar ou Registrar to join the conversation.

  • Paulo Bosquiero Zanetti
  • Avatar de Paulo Bosquiero Zanetti
  • Offline
  • Novato
  • Novato
Mais
1 semana 1 dia atrás #2742 por Paulo Bosquiero Zanetti
Muito obrigado Raphael. Realmente, me parece uma boa ideia manter um sistema offgrid como backup.

Abraço, e obrigado pela dica do equipamento.

Please Entrar ou Registrar to join the conversation.

Tempo para a criação da página:0.119 segundos
Powered by Fórum Kunena